Portal Escritores

MÃE MARGARIDA


Mãe menina
Que junto às bonecas de pano
Descobriu a importância
Do acalantar e amamentar

Mãe viúva
Que dedicou a juventude
Para assumir sem recursos
Oito filhos menores

Mãe operária
Que trocou as canções de ninar
Por noites de serão
Em uma fábrica de coco

Mãe heroína
Que não relutou em recusar um companheiro
E partilhar a companhia
Dos filhos órfãos

Mãe orgulho
Que aos sábados, bem arrumadas
Na fábrica íamos estar
Para depois fazermos compras
Na feirinha de Jaraguá
No trabalho, em voz suave
Nos apresentava a cantar
Maria José, Arlete,
Marilene, Marluce e Lizete

Mãe catita
Que junto às filhas vestidas de chita
Coloriam as quadrilhas no arraiá

Mãe sofrida
Que em manhãs incontidas
Sobre a mesa de jantar
Lia as cartas, a soluçar
Do filho que em Suez
Matava pra não morrer
Sem mesmo saber por quê!

Mãe consolo
Que vendo-me ali, pequenina
Toda encolhida, a chorar
Sob a mesa de jantar
Me acariciava dizendo:
É isso minha filha,
Deus o protegerá!...
E Ele não a abandonou
Pois seu filho regressou.

Mãe flor
Que empresta aos enamorados
As juras do bem-me-quer
Despetalando seu nome
Para em eterno amor viver

"É isso ai, minha mãe!"
Forte é a dor da separação
Aqui na Terra sentimos
A luz dos seus olhos verdes
Vinda de outra dimensão...
Dignidade, amor, respeito,
Você nos deu em lição
E a sete chaves guardamos
Tais dádivas com devoção
Porque você, mãe querida
Continuará a nos dar
Amor, força e proteção.

É pueril!
Tornamo-nos assim
Quando dominados pela força do amor
Tudo o que sou
Devo àquela que me gerou
A homenagem é simplória,
Mas inestimável é seu valor



















































































Comentários

Thiago
Thiago 24 de Março de 2010 às 16:22

Belissimo!!!
Parabéns....

Manoalves
Manoalves 24 de Fevereiro de 2011 às 07:54

Que belo poema! Que bela declaração de amor! Você foi muito feliz em escolher essa tema para sua poesia. Realmente MÃE é tudo e muito mais... Um cordial abraço.

Lucy Almeida
Lucy Almeida 08 de Abril de 2011 às 16:42

minha oração

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Lucy Almeida
Escrito por:
Lucy Almeida
Escritora

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 08 de Janeiro de 2010

Já foi visto 1,719 vezes

Favorito de 1 leitor

Categoria Poesias


1,684
Leram
0
Vão ler

Favorito de 1 leitor
Textos do Mesmo Autor
Aquela Música

Por Lucy Almeida

AUTO DE NATAL

Por Lucy Almeida

Um consolo

Por Lucy Almeida

UM GESTO DE AMOR

Por Lucy Almeida