Tema Acessibilidade

A VIDA É ASSIM

Quando o corpo vai embora,

Também vai uma esperança;

Apenas o nome é que fica

Escrito na lembrança.

Isso se ele for querido!

Pelos amigos lá na praça.

 

É o destino de todos

Um dia a morte vem buscar,

Não importa a posição

Que ele ocupe no lugar;

Seja pobre ou doutor

A morte há de levar.

 

Feliz daquele que tem,

Popularidade na cidade;

Seu nome fica arquivado

No livro da eternidade,

Duvido alguém esquecer!

O dia da sua saudade.

 

Quando o indivíduo não tem nada

Sua partida não passa de uma curiosidade.

Apenas naquela hora

É que se tem por ele amizade;

E quando o corpo vai embora,

Morre a sua identidade.

 

Publicada no livro energia latente, AG Edições, São Paulo -  2002

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados ao autor. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
1
1,1 K visualizações •
Denuncie conteúdo abusivo
Ernande Bezerra ESCRITO POR Ernande Bezerra Escritor
São Miguel dos Campos - AL

Membro desde Junho de 2011

Comentários