Portal Escritores

Imaginação Poética

Quando eu partir deste mundo

E descansar minh’alma em  outras terras

Com certeza dormirei sossegado

Bem longe das revoluções e das guerras.

 

 

Depois que acordar, construirei meu castelo

Sem pedras, sem inveja e sem espinhos

Eu sei que alguém irá ornamentá – lo...

E será morada também dos passarinhos.

 

 

Lá eu viverei em liberdade

No cemitério das minhas ilusões

Sem ódio, sem medo de ninguém

Protegido dos lixos e das poluições.

 

 

Nesta terra não existe idioma

Nem preconceito de cor nem de raça

Ninguém usa drogas e tão pouco assalta

Tudo se têm e a vida é de graça.

 

 

Mas se por acaso, algum dia, eu voltar...

Encarnado em outras gerações

Lembrarei cada elo de amizade

Desse solo, que em sonho, visitei!

 

 

Publicada na coletânea Olhar Andarilho

Editora Alternativa – Porto Alegre 2010

 

 

 

 

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Ernande Bezerra
Escrito por:
Ernande Bezerra
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 10 de Junho de 2011

Já foi visto 1,020 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


1,018
Leram
0
Vão ler