Portal Escritores

CARENTE MELANCOLIA

Porque tu me abandonaste

Quantos questionamentos foram feitos para tentar explicar o que estávamos vivendo

Feito marionete

Manipulaste-me em minhas carências

A ponto de ter-me por alguns calculados anos revertidos em minutos, dias...

E por entre a janela que separava-nos da porta da rua

Prometeste o que tantos outros prometeram

 

Fugiste de mim

Sem se importar com meus sentimentos

Buscastes os vestígios

motivos para fazer o que fizeste

Causaste a dor das dores que existiam em mim

Ficaram as cicatrizes

Que doem quando te vejo

E disfarçadamente no sorriso chorado

Meus olhos te pedem

Te chamam.

 

E teu preso olhar

Que deixaste cegar

Amedrontam-se

Pois é inadmissível esconder o que sentimos um pelo outro

Nossos comportamentos denunciam o que vivemos nos momentos nupciais

Toda vez que nos reencontramos

Pois te faço lembrar

Do momento que te fiz homem

a ponto de afastar-se de mim.

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Emerson Kennedy
Escrito por:
Emerson Kennedy
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 26 de Junho de 2011

Atualizado em 18 de Fevereiro de 2019

Já foi visto 780 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


779
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Cérebro em lágrimas

Por Antoniele Santos

Passarinhos

Por Antoniele Santos

MELANCOLIA

Por Letícia Pontes

A carta

Por Antoniele Santos

Pensamento Nocivo

Por Antoniele Santos

Textos do Mesmo Autor
SONHO REAL

Por Emerson Kennedy

SÓ RISOS

Por Emerson Kennedy

CUIDAMO-NOS

Por Emerson Kennedy

O TROCO

Por Emerson Kennedy

Rasuras de mim.

Por Emerson Kennedy