Portal Escritores

MORRESTE E NASCESTE DE NOVO

Adeus ano velho!

Deixaste saudade,

Mas levaste contigo

Muitas vidas para eternidade;

Jamais poderei afirmar para alguém

Se foste bom.

Só o novo tempo!

É que poderá falar de ti.

 

Morreste!

E tiveste o privilégio de nascer de novo,

Com uma nova feição

Cheio de esperança e prosperidade

Trazendo-nos com certeza a felicidade

Para todos os corações.

 

Que bom

Estarmos vivos!

Reunidos de mão dadas

Dando adeus ao passado,

E recebendo com afeto uma nova alma

Por sinal, foi bem merecida,

Porque apesar de tudo

Ainda somos mais fortes

Do que a nossa própria vida!

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Ernande Bezerra
Escrito por:
Ernande Bezerra
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 29 de Junho de 2011

Já foi visto 1,094 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


1,094
Leram
0
Vão ler