9º Encontro dos Escritores
Portal Escritores

PAI – ACIMA DE TUDO


Pai, de uma simples gota tua, fui gerado.

E no ventre de minha mãe, por nove meses fui guardado;

Nasci, criei vida para o mundo

E hoje aqui estou bem do teu lado.

 

Sei que foi muito difícil para ti,

Tudo isso vejo nos teus cabelos brancos.

E os teus olhos cansados pelo tempo

Retratam o quanto por mim se preocupou.

 

Jamais irei me esquecer dos teus conselhos.

Nem mesmo do teu ensinamento para o futuro...

Hoje, também sou pai, estou maduro!

Mas o senhor continua sendo o meu herói.

 

Eu sei que a vida dá muitas voltas,

Mas o importante é estarmos vivos.

Nada no mundo é mais bonito, pai!

Do que poder te abraçar de novo.

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Ernande Bezerra
Escrito por:
Ernande Bezerra
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 09 de Julho de 2011

Já foi visto 994 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


991
Leram
0
Vão ler