Tema Acessibilidade

VIVA PARA A VIDA

VIVA PARA A VIDA

 

Por que choras, se erraste na vida?

Para que morrer se me tens para amá-la!

Não se entregue ao desespero

Pois me tens, para aos seus pés adorá-la.

 

Mesmo se erraste, não se deixe abater,

Reabra os olhos para este que te ama;

Veja como é bonita a paisagem desse mundo

Crie forças para sair dessa lama.

 

Pois, eu quero vê-la um dia sorrindo,

Na mais pura liberdade dessa vida;

Quero que você mostre a todos

Que você foi do mundo esquecida.

 

Se pecaste, Deus te perdoará,

Se foste infeliz, sintas a felicidade;

Se precisares, estou aqui para te amar.

Sorria para vida, não padeças na mocidade.

 

 

 

 

 

 

 

Por que choras, se erraste na vida?

Para que morrer se me tens para amá-la!

Não se entregue ao desespero

Pois me tens, para aos seus pés adorá-la.

 

Mesmo se erraste, não se deixe abater,

Reabra os olhos para este que te ama;

Veja como é bonita a paisagem desse mundo

Crie forças para sair dessa lama.

 

Pois, eu quero vê-la um dia sorrindo,

Na mais pura liberdade dessa vida;

Quero que você mostre a todos

Que você foi do mundo esquecida.

 

Se pecaste, Deus te perdoará,

Se foste infeliz, sintas a felicidade;

Se precisares, estou aqui para te amar.

Sorria para vida, não padeças na mocidade.

 

 

 

 

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados ao autor. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
0
1,3 K visualizações •
Denuncie conteúdo abusivo
Ernande Bezerra ESCRITO POR Ernande Bezerra Escritor
São Miguel dos Campos - AL

Membro desde Junho de 2011

Comentários