Portal Escritores

Nívea Lágrima


 

 
 
Assim como sabemos 
Que após cada noite
Surge o amanhã,
Assim também
O sol da alegria brilhará
Por sobre teus olhos,
Afastando a tristeza.
Mas,
Se uma nívea lágrima
Escorrer pelo teu rosto,
Que ela sirva para irrigar
A vida seca
Dos que não sabem
Nem chorar.
 
 
*Visite nossa fan page no facebook: Click aqui!
 
(Emanuel Galvão - Livro Flor Atrevida - Editora Quadrioffice/2007)

Comentários

ronperlim
ronperlim 20 de Novembro de 2011 às 22:07

Somente a brancura das emoções podem orvalhar olhos secos, o coração árido para que se brote alegria e o amor aflore; fazendo o riso se espalhar espelhar. Até mais!

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Emanuel Galvão
Escrito por:
Emanuel Galvão
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 20 de Novembro de 2011

Atualizado em 02 de Julho de 2014

Já foi visto 1,300 vezes

Favorito de 1 leitor

Categoria Poesias


1,299
Leram
0
Vão ler

Tags

Favorito de 1 leitor
Textos Relacionados
Soneto sequencial

Por Leonardo Jordão

Tempo passado; tempo pássaro

Por Joana Valentina

Mulher (O Querer)

Por Emanuel Galvão

Hospedaria

Por Eduardo Proffa

Soneto de um instante

Por Leonardo Jordão

Textos do Mesmo Autor
Lendo Ivo

Por Emanuel Galvão

Geografia

Por Emanuel Galvão

Antes Que Meu Coração Pare

Por Emanuel Galvão

Escambo

Por Emanuel Galvão