9º Encontro dos Escritores
Portal Escritores

Corações Fragmentados


 

foto

 

Quantas vezes amará um coração fragmentado?

Quantos desertos atravessará em sua solidão?

A resposta está, tão somente, na perfeita aptidão

Que tem o coração para ser cruelmente maltratado.

 

Às vezes acho, que nunca mais amarás

Que nunca, nunca mais haverá sofrimento

Pois ora vejo, bateres descadenciado e lento

E firme nessa decisão, não voltarás atrás.

 

Mas percebo ajuntares os teus fragmentos

Na carência pérfida dos solitários momentos

Em que a pele implora por prazer.

 

E tu, coração apaixonado, teimas em ceder

Apostando na alegria, coração sem juízo

Quase se deixando abater, bates, amar é preciso.

 

(Do Livro Flor Atrevida, editora Quadrioffice - 2007)

 

*Visite nossa fan page no facebook: Click aqui!

 

Comentários

João Filho (JF)
João Filho (JF) 26 de Março de 2014 às 10:31

As pessoas busca em vida por três coisa: 1 Uma coisa pra fazer... 2 Uma coisa pra amar... 3 Uma coisa pra esperar... Esse texto poético resume bem isso... Muito lindo!

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Emanuel Galvão
Escrito por:
Emanuel Galvão
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 29 de Outubro de 2012

Atualizado em 02 de Julho de 2014

Já foi visto 1,137 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


1,124
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
O medo de pular e cair

Por Leonardo Jordão

Soneto do velejar

Por Leonardo Jordão

Eclipse

Por Emanuel Galvão

Soneto do poder dizer

Por Leonardo Jordão

Textos do Mesmo Autor
Mulher Por Exelência

Por Emanuel Galvão

Pele

Por Emanuel Galvão

Anotações Importantes

Por Emanuel Galvão

Última Carta

Por Emanuel Galvão

Poeminha Traquino

Por Emanuel Galvão