Nebulosidade

Majal-San Majal-San 21 de Novembro de 2013

 

Por quantas vezes saí por essas avenidas

chutando latas, puto da vida?

Vento na cara, poeira aos olhos,

No peito um tormento,

A dúvida, onde estás neste momento?

 

Sem respostas, na caminhada,

Seguindo tonto, sob críticas,

E nenhum argumento.

 

A chuva no meu blazer esfarrapado,

Em minha lembrança o teu véu molhado,

E minhas lágrimas misturadas ao orvalho.

Copyright © 2013. Todos os direitos reservados ao user. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do user.
Denuncie conteúdo abusivo
Majal-San ESCRITO POR Majal-San Escritor
Maceió - AL

Membro desde Julho de 2012

Comentários