Portal Escritores

Fé, Amor e Vitória.

Meu nome é vitória tenho muita fé em Deus, onde aprendi a lutar contra os obstáculos com meu paizinho, ele sempre dizia: olhe filha devemos procurar pela verdade para entende-la e depois aprender com ela, porque quando morremos devemos deixar bons exemplos, por isso o mais importante é defende-la, pois a verdade chama-se Jesus de Nazaré.

            A dificuldade na casa da minha mãe era grande, meus irmãos estavam com fome, erámos uma família de oito pessoas, onde todos vivem pela sobrevivência da pesca e da bolsa família em um lindo vilarejo, meu pai era falecido e só deixou um salário mínimo como pensão por morte, minha mãe conhecida como Dona Lúcia veio até a mim, dizendo: - Vitória, vamos pegar os caranguejos uçá para vendermos no bar de seu Antônio! Pois, esse feriado vai aparecer muitos turistas. Então as duas se embrearam no Manguezal, Vivi com 12 anos de idade, sua mãe uma viúva com seus 30 anos de idade começaram a pegar os crustáceos enchendo os sacos de ucá, as duas na maior alegria falando uma para a outra graças a Deus, o dinheiro da farinha e da carne garantido.

            Então Dona Lúcia fala: vamos embora filha lá na frente pegamos um atalho porque a maré está subindo rápido, temos que sair desse labirinto vegetal por causa das águas que estão bem forte, mãe vamos passar pelo beco dos paus velhos onde tem muitas brechas nas madeiras, eu não arriscaria, calma minha filha vamos pisar com cuidado! Ao retornar, sua mãe imprensou o pé em uma das vagas da madeira, onde a própria apertava cada movimento do pé de Dona Lúcia igual a algemas do cárcere, então começaram a puxa a perna, cada vez apertava mais, ainda para completar o sofrimento, água vinha subindo as horas passavam e não tinha ninguém por perto, era distante para ir à vila e voltar com ajuda porque a profundidade era de um metro, onde seu pé estava preso, daí veio choro, gritos, e desespero, alguém passava ali, ouviu e ligou para o vilarejo, então Dona Lúcia olha para a filha dizendo: quem morre lutando para é um verdadeiro vencedor vá avisar a seus irmãos que a mamãe morreu para que não deixe faltar alimentos para todos vocês porque o Senhor Deus vai suprir as suas necessidades e dos teus irmãos. Olha mãezinha só temos mais 20 minutos, não vou deixar a Senhora sozinha vou lutar até o fim, orando com toda fé, com o coração que já perdeu o meu pai, e não vou perder a Senhora, querida Mãezinha.

            Senhor Jesus faça algo pela minha mãe, pelo meus irmãozinhos! Eu creio que o Senhor transformou água em vinho, também andou sobre as águas, abriu o mar vermelho, curou doentes e morreu na cruz por nós.

            Não deixe meu Deus minha mãe morrer, pois minha fé é grande, mande-me uma luz, um sinal, uma solução para essa situação, porque são sete vidas, quem vão seguir caminhos diferentes, já que são tortuosos!

            Eu sei que sempre há uma segunda chance, principalmente para nós que somos todos evangélicos, querido Deus em nome de Jesus, Amém!

            Dona Lúcia levanta a cabeça com água acima dos peitos e fala: - Vivi tem algo boiando do seu lado, ela vira a cabeça a ver uma jangadinha de bananeira que servi para os meninos brincarem de pescadores, e em cima da jangadinha tinham dois pedaços de tábuas fortes, bem resistentes, feitos remos no tamanho de dois metros, então Vitória grita: - Obrigada Senhor Deus! E mergulhou colocando o lado mais fino entre as madeiras que ali estavam há algum tempo, pois destruidores da natureza tinham deixado para traz ao fugir da polícia florestal.

            Vivi disse a mãe que ia colocar toda a força de uma adolescente para essa prova servi como testemunho para a honra e glória do Senhor Jesus. Daí pra frente só deu a Vivi na fé, ela fez força e gritou: - Senhor, eu te amo muito, nunca vou te abandonar, não me desampare meu Deus, tenha misericórdia! Com isso, uma das madeiras cedeu, já que era tudo um lamaçal, Dona Lúcia puxou o pé que estava todo ensanguentado e quebrado e disse: - Filha, só uma pequena coisa, você percebeu que vieram logo dois remos? Claro né mãe, o Senhor Jesus é o grande carpinteiro e arquiteto universal, e não existe outro igual, eu vou atar o pé com esse pano, porque o perigo já passou, estamos salvas, pois eu ia morrer junto com a senhora, mas Deus é Deus.

            Os sacos dos uçás estavam presos nas galhas dos manguezais, de repente surgiu uma galera da vila pesqueira, um deles falava que alguém ligou dizendo que ouviu os gritos de vocês, quando viram o problema ficaram procurando uma explicação, como essa garotinha conseguiu sozinha, salvar sua mãe. Nesse meio tempo, com tanto barulho e alegria, apareceu uma turista, linda, inteligente, uma psicóloga que pedi para todos calarem a boca, dizendo: - Essa corajosa menina conseguiu pela fé e também pela precisão, porque não tinha ninguém pra falar para ela, você não vai conseguir, você não tem forças para lutar, você não é capaz de superar as tempestades da vida, você não tem brilho para chegar ao cume, você é uma derrotada, você nunca vai realizar seus sonhos, já perdeu seu pai, e vai perder a sua mãe também.  

            Lembre-se do exemplo da Vivi, ela mostrou que todo ser humano, tem algo de bom para conseguir o que quer, e lutar pelos valores do bom caráter, com amor verdadeiro, mesmo nas densas dificuldades do nosso cotidiano podemos ser vencedores, dentro da lei da sobrevivência, para salvar, modificar com esperança e atitude. O que não se pode é desistir de continuar a busca pela fé na vitória.

Ainda nos resta uma vida toda pela frente para sonharmos com a luz pacificadora de um lindo amanhecer, porque o tempo é um lobo voraz que devemos ter muito cuidado com ele, não se deve brincar ou encará-lo, mas podemos enfrenta-lo como o maior amigo ou inimigo inesperado do destino, ele suga a nossa mente, reagindo pacientemente a nossa tolerância feito um fantasma da mente, do medo, ele vem e depois vai embora, pela certeza que não aguentamos mais, então ficamos ansiosos em busca de respostas que não compreendemos os mistérios lançados e nós mesmos, nessa jornada agitada contra o tempo, ninguém sabe que tudo acontece não é por acaso, é simplesmente por uma ordem concreta exclusiva da majestosa razão, onde podemos dizer: - Senhor Deus, eu venci com bravura, porque não dei ouvidos aquelas pessoas inúteis, fracas, invejosas, isoladas das boas amizades, cheias de incredulidades, pessoas transformadas para o mal. Quero viver arrodeado de pessoas que me fazem o bem, com dignidade e ser feliz, sem contradições dos sentimentos humanos, insistindo para chegar ao final do labirinto da vida, como pessoa realizada pelo dever cumprido, com a realidade sofrida, como miséria e dores por não ajudar as outras pessoas, e viver pelas aceitações humanas e desumanas, mas, quem tem amor e fé procura o certo e não se esconde da verdade, tem como gritar de felicidade, pelos desafios vencidos em comunhão com Deus, para lutar com harmonia, pelos objetivos, para cada dia.

Você ampliar a tua sabedoria, com uma vida justa, em nome de Jesus para restaurar suas esperanças, com isso podemos ser alguém e fazer a diferença aqui na terra, para todos um dia lembrarem que, agindo Deus por nós, quem será contra nós! Porque não tem presente melhor do que a força do amor, dentro de um mundo, que é cheio de oportunidades, onde não devemos deixar de fazer a escolha certa, pela tua grande fé com vigor passional da abençoada vitória. Você pode chegar até o topo com os sonhos realizados, sem maldade e poder dizer – Senhor obrigado por ter ouvido minhas orações, escolhendo-me para um futuro brilhante, e o caminho repleto de luz, paz, amor, gratidão e fé para vencer os problemas da vida. Com a força espiritual para a grande superação dos lamaçal no dia a dia. Amém.

 

 

 

 

Gil Santana aclama por Deus?

 

 

 

Comentários

jose alves
jose alves 04 de Fevereiro de 2014 às 15:24

onde há fé, ha amor, onde ha amor ha paz, onde ha Deus nada falta e a vitoria e garantida. tudo bem com vc primo

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Gil Santana
Escrito por:
Gil Santana
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 29 de Dezembro de 2013

Já foi visto 720 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Mensagens Reflexiva


706
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
QUE BOM SERIA...

Por Sérgio Moraes

VIDA

Por Nilton Santos

A Estrada da Luz

Por Gil Santana

MENSAGEM PARA VOCÊ:

Por IRIS SAMPAIO

Textos do Mesmo Autor
O caminho da paz

Por Gil Santana

A saudade do sonhador

Por Gil Santana

O BEM E O MAL

Por Gil Santana