Portal Escritores

Pare!

Cantar cantar cantar cantar cantar cantar cantar

           De repente: D r u m m o n d

                        

                            STOP !

 

Como é lento o interpretar a poesia

Como é tardio o entender a vida

 

Como é voraz a nossa pressa

Como é veloz o automóvel

 

De repente: vida. Morte! vida. Morte!

 

                            STOP !

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Majal-San
Escrito por:
Majal-San
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 09 de Janeiro de 2014

Já foi visto 624 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Homenagens


618
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Souvenir

Por Claudenor de Albuquerque

Humanidade

Por Leonardo Jordão

Saudade

Por Claudenor de Albuquerque

Santo Amor

Por Claudenor de Albuquerque

Textos do Mesmo Autor
2º Ato

Por Majal-San

Inexpressivo

Por Majal-San

Palabras

Por Majal-San

Prenda

Por Majal-San

Inquietude

Por Majal-San