Portal Escritores

Soneto do planeta vermelho

Marte está mais perto,

Em parte eu sonho tarde.

Eu parto sem coragem

Nesta grande estiagem

 

Do meu próprio coração,

Que teima em calar

Quando o verbo é falar.

Estou meio que sem ação.

 

Talvez ninguém nem veja

O que eu queria dizer agora.

Alguns nem olharam para o céu

 

Para ver ser é realmente Marte

Para outros, é vida em pura arte

E alguns acham que é a morte.

 

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Leonardo Jordão
Escrito por:
Leonardo Jordão
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 19 de Janeiro de 2014

Já foi visto 643 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Sonetos


642
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Soneto de um instante

Por Leonardo Jordão

Como amar

Por Antoniele Santos

Homenagem ao Grande Amor

Por Claudenor de Albuquerque

NOUTROS SÓIS

Por Juliana Cardoso

Textos do Mesmo Autor
Lugarejo

Por Leonardo Jordão

O medo de pular e cair

Por Leonardo Jordão

Soneto do processo emocional

Por Leonardo Jordão

Soneto do esperar

Por Leonardo Jordão

ESPANTO

Por Leonardo Jordão