Portal Escritores

Soneto da saudade


Recomeçar é sempre cansativo,

Às vezes árduo e inconfundível.

É chato ter que mudar de nível,

Mas aprender é a base do motivo.

 

Vêm quase sempre sorrateiras

Mudanças estas que trazem gente

Que, quando tu menos esperas,

Em tua vida já são presentes,

 

Que passam por tua estrada

E se encontram na encruzilhada,

Mudando ou não teu destino.

 

E quando você for perceber isto,

É porque a saudade te apareceu

Para te dizer o tudo que viveste.

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Leonardo Jordão
Escrito por:
Leonardo Jordão
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 05 de Fevereiro de 2014

Já foi visto 687 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Sonetos


674
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Interior Vermelho

Por Talvanes Faustino

Estrada

Por Marcondes

Meu Amigo Beija-Flor

Por Claudenor de Albuquerque

NADAR NO NADA

Por Lucélia Pontes

PORCOS

Por Lucélia Pontes

Textos do Mesmo Autor
Soneto do velejar

Por Leonardo Jordão

Soneto do planeta vermelho

Por Leonardo Jordão

A estrela pode brilhar?

Por Leonardo Jordão

Sonetos em trilogia

Por Leonardo Jordão

Soneto da prepotência do homem

Por Leonardo Jordão