Portal Escritores

ESTAÇÃO DESEQUILÍBRIO

 

05 e 21 fev. 2014

 

Sinto o novo penetrando devagar.

A mudança lentamente se infiltrando.

Enquanto isso, agonizo sem parar.

Sinto passar. Sinto voltar.

Estou mudando.

 

Desistir? Acelerar? Mudar o rumo?

São tantos e tão vagos os pensamentos!

Me seguro para não sair do prumo.

E fazendo do momento um resumo:

A estação desequilíbrio é um tormento.

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Valci Melo
Escrito por:
Valci Melo
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 25 de Fevereiro de 2014

Já foi visto 474 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


439
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos do Mesmo Autor