Portal Escritores

Tardio pôr-do-sol em Maceió


Tardio pôr-do-sol em Maceió

 

 

Tardio pôr-do-sol em meu caminho e

Angustiante e desesperadamente caminho

E caminho na tentativa da sombra sem calor,

Da brisa que paira na orla gélida de minha cidade.

 

Maceió cantada em verso e prosa,

Te quero desinfecta e livre de quem te usurpa.

 

Tardio pôr-do-sol em meu caminho e

Loucamente suplico-te abrigo, querida amiga;

Cidade onde plantei meus sonhos e desventuras

 

Agruras, aflições e reflexões de um filho teu.

 

Tardio pôr-do-sol em meu caminho e

Ainda e sempre e mesmo com tua face marcada

Ainda sim, querida Maceió, estarei e permanecerei

Deitado em teus braços.

 

Penélope SS

7-6-14  22h:18  

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
AdrianoRockSilva
Escrito por:
AdrianoRockSilva
Autor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 08 de Junho de 2014

Já foi visto 523 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


513
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Interior Vermelho

Por Talvanes Faustino

Cidade

Por BERNARDO

Meus sapatos

Por AdrianoRockSilva

Mania de ser Deus

Por Antoniele Santos

Textos do Mesmo Autor
Garoto da turma

Por AdrianoRockSilva

AS SONATAS DA RUA P

Por AdrianoRockSilva

Quadrinha do amor distante

Por AdrianoRockSilva

VOTOS DE FELICIDADES

Por AdrianoRockSilva

VIDA DE POETA É ASSIM

Por AdrianoRockSilva