DEVANEIOS

m.elena.costa m.elena.costa 09 de Setembro de 2014
09 de Setembro de 2014

DEIXA-ME QUIETA, SOSSEGADA

OLHAR O CÉU, IMAGINAR

PROFUNDO, PROFUNDAMENTE

DEIXA-ME DEVANEAR.

QUERO OLHAR AS ESTRELAS

QUERO ESPIRAR O AR

ABSORVER-ME NAS ONDAS

E OUVÍ-LAS MURMURAR.

PARO MIRANDO O HORIZONTE

A GAIVOTA SEU VOAR

NÚVENS SOLTAS QUE PASSEIAM

COMIGO A DEVANEAR.

VOOU NAS ASAS DOS VENTOS

A CHUVA FINA A MOLHAR

ACOLHO OS FLOCOS DE NEVE

DANÇO A LUZ DO LUAR.

POUSO OLHOS NAS MONTANHAS

AS CABRAS A SALTITAR

NAS CAMPINAS DOS MEUS SONHOS

EM ÊXTASE QUASE A SUFOCAR.

O TOM DOURADO DA TARDE

MEU CORAÇÃO ENCENDEIA

REDEMOINHAM AS BRISAS

ACARICIAM MEUS ANSEIOS

MINHA MENTE OSCILANTE

SE PERDE EM DEVANEIOS.

ELENA

 

Copyright © 2014. Todos os direitos reservados ao user. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do user.
Denuncie conteúdo abusivo
m.elena.costa ESCRITO POR m.elena.costa Escritora
São Miguel dos Campos - AL

Membro desde Janeiro de 2012

Comentários

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login