Portal Escritores

Mar da loucura ...


 
Simplesmente não perdeu a razão
Foi dominado por uma paixão intensa,
Inundado em um mar de atração
E cada gota de amor era imensa...
 
Nadando de forma irresponsável
Sempre excêntrico e imprudente,
Morrer era quase inevitável
Pra um garoto inexperiente ...
 
Está a procura da margem
Sem disfarçar o olhar libidinoso,
Continuava a admirar só a imagem ...
 
Visualizado por um ser maldoso
Daquele animal selvagem,
Que tirou sua vida sem esforço ...

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Ramon Silva
Escrito por:
Ramon Silva
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 26 de Dezembro de 2014

Atualizado em 26 de Dezembro de 2014

Já foi visto 668 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Sonetos


642
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Beijo Roubado

Por Ramon Silva

Na janela do ônibus

Por Ramon Silva

Paixão efêmera

Por Ramon Silva

Pudim

Por Ramon Silva

Textos do Mesmo Autor
Minha Ambição

Por Ramon Silva

Terra das Alagoas

Por Ramon Silva

Eu e você, você e eu

Por Ramon Silva

TEMPESTADE

Por Ramon Silva