Portal Escritores

M'alma sangra ...

 

O declínio dos bons dias
Constrói ausências marcantes,
Mantendo-me incompleto
Mesmo sendo só alguns instantes;
 
Uma ferida singela
Mas que destrói meus anseios,
Deixando os gestos bonitos
Se tornarem gestos feios.
 
Meu peito não sente mais
Tua presença incondicional,
Nos momentos impetuosos
Quando me sobrepõe um dia mal.
 
Intensa dor que transpassa os poros
Desse meu corpo fútil,
Me deixando pálido e dominável
Um fraco pobre e inútil.
 
Sei onde ela está
Mas seria possível encontra-la ?
Esperança renasce de novo
Única vontade é de beija-la.
 
Alma sob alma balançam
Sem que saiam do lugar,
Significa mais uma gota de suor
Que meu corpo há de pagar. 

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Ramon Silva
Escrito por:
Ramon Silva
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 26 de Dezembro de 2014

Já foi visto 587 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


572
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Pudim

Por Ramon Silva

Queria ser mais...

Por Ramon Silva

Sob a sombra

Por Ramon Silva

Paixão efêmera

Por Ramon Silva

Textos do Mesmo Autor
Tão puro

Por Ramon Silva

Fim da vida

Por Ramon Silva

Meu pensamento

Por Ramon Silva

Amores Inabaláveis

Por Ramon Silva

Liberdade do negro

Por Ramon Silva