Portal Escritores

Macumba de Mãe Preta - Poema em Versos Livres * Antonio Cabral Filho - Rj

-o grito e.munch-
*
MACUMBA DE MÃE PRETA
 
Mãe Preta era ama de leite,
e amamentou os filhos de Ioiô
até eles pegarem tope
 
e enquanto Mãe Preta amamentava
os fio de Ioiô, ela cantava
as canções de ninar
 
que seus avós lhe ensinaram
e que tinham o poder de abrandar
a alma dos ouvintes.
 
Aí, quando os fio de Ioiô
deram de namorar as irmãs de leite,
"Seu Ioiô" ficou muito zangado
 
e foi raiar com os ioiozinhos,
dizendo que não eram gente,
que eram tudo feiticeiras,
 
que não passavam de animais
e nem alma tinham, mas quase morre de susto
com os ioiozinhos defendo preto,
 
dizendo que iam tornar a fazenda
no maior quilombo do mundo,
com pretos e brancos vivendo juntos,
 
cada um do seu suor.
Aí "Seu Ioiô" teve um soluço
e morreu num piripaco
...
 

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Antonio Cabral Filho
Escrito por:
Antonio Cabral Filho
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 02 de Fevereiro de 2015

Já foi visto 2,729 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


2,703
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Um País de "Panças"

Por Claudenor de Albuquerque

- Hospedaria

Por Eduardo Proffa

Soneto da saudade

Por Leonardo Jordão

DURA

Por Rafael Borges

Tua pele

Por AdrianoRockSilva