Portal Escritores

POEMA DO DIA, OU ABAIXO A METÁFORA!

O que aprendi durante os oito meses e dez dias no ventre de minha mãe,

que,

perante um mundo de contradições e de contratempos,

a melhor saída é ser invisível, como bala perdida,

não fazer parte de nenhum grupo que envolva interesses de terceiros,

nem amarrado a uma ética que encobriria delitos e pactuações,

ser ninguém e causar o maior estrago possível àqueles que só semelham ilicitudes, máfias e maquiavelismos.

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Fábio dos Santos
Escrito por:
Fábio dos Santos
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 13 de Fevereiro de 2015

Já foi visto 376 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


371
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Máscaras

Por Edson Junior

100 mais...

Por Lis Nogueira

Viver como a criança

Por israel galdino

Não sou poeta

Por Patrícia Carla

Eu Quero Viver Apenas

Por José José Gomes