Tema Acessibilidade

TRADUZINDO-ME

• Atualizado
(Parodiando Ferreira Gullar)
 
Uma parte de mim é calmaria,
a outra parte é chuva e ventania;
uma parte de mim é solidão,
outra parte é barulho, é multidão.
 
Uma parte de mim segue a emoção,
outra parte caminha pela razão;
uma parte de mim é corajosa,
outra parte é prudente e temerosa.
 
Uma parte de mim é litoral,
outra parte de mim é só sertão;
u'a parte de mim é sentimental,
outra parte é mais dura do que o chão.
 
Uma parte de mim é tão idosa,
outra parte de mim inda é criança;
uma parte de mim é tão teimosa,
outra parte é calma... é temperança!
 
Uma parte de mim é de direita,
outra parte de mim: socialista;
uma parte de mim não é perfeita,
outra parte modela, o seu artista.
 
Uma parte de mim é utopia,
outra parte de mim - realidade;
uma parte de mim é antipatia,
outra parte é amor, fraternidade.
 
Uma parte de mim é poesia,
outra parte é prosa cotidiana;
uma parte de mim é melancolia,
outra parte é alegria soberana.
 
Porém minha vida só se completa
quando estás ao meu lado - oh minha amada!
Pois longe da vida deste poeta,
minh'vida se parte - não sobra nada!...
 
Antonio Costta
TRADUZINDO-ME
(Parodiando Ferreira Gullar)

Uma parte de mim é calmaria,
a outra parte é chuva e ventania;
uma parte de mim é solidão,
outra parte é barulho, é multidão.
Uma parte de mim segue a emoção,
outra parte caminha pela razão;
uma parte de mim é corajosa,
outra parte é prudente e temerosa.

Uma parte de mim é litoral,
outra parte de mim é só sertão;
u'a parte de mim é sentimental,
outra parte é mais dura do que o chão.

Uma parte de mim é tão idosa,
outra parte de mim inda é criança;
uma parte de mim é tão teimosa,
outra parte é calma... é temperança!

Uma parte de mim é de direita,
outra parte de mim é comunista;
uma parte de mim não é perfeita,
outra parte modela, o seu artista.

Uma parte de mim é utopia,
outra parte de mim - realidade;
uma parte de mim é antipatia,
outra parte é amor, fraternidade.

Uma parte de mim é poesia,
outra parte é prosa cotidiana;
uma parte de mim é melancolia,
outra parte é alegria soberana.

Porém minha vida só se completa
quando estás ao meu lado - oh minha amada!
Pois longe da vida deste poeta,
minh'vida se parte - não sobra nada!...

Antonio Costta
Attachment Image
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao user original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
0
±1000 visualizações •
Atualizado em
Denuncie conteúdo abusivo
Antonio Costta ESCRITO POR Antonio Costta Escritor
Itabaiana - PB

Membro desde Maio de 2016

Comentários