Vem aí novidades...
Portal Escritores

Escombros

 

Sonhos Abandonados

Crenças Destruidas

Escombros da Minha Vida são

Encontrados por Todos os Lados.

E Eu estou ali, parado.

Eu Observava os Escombros...

Escombro de uma Vida

Subtraida, Destruida.

Na Minha Frente os Cães.

Medo, ódio, rancor,

Angústia, Loucura, desamor,

Minha Alma está Desmoronando.

No Fundo da Minha'lma

Um Enorme Abismo foi aberto,

Quantas Tristezas e Armaguras.

Minha Vida Está indo para a

Decadência,

Um Verdadeiro “Escombro”

É a Minha Vida.

Vida que não é vivida!

Meu Maior Sofrimento Era

Ser ignorado.

Meus escombros são Lembraças

Sofridas e Destruidas.

Está só é a pior forma

De se Viver.

Diante dos Esconbros

Só Poeira e Nada mais.

Assim, é a Minha vida.

Se é, que  isso  é 

Vida.

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Marcos da Cruz
Escrito por:
Marcos da Cruz
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 29 de Julho de 2017

Já foi visto 116 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


116
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Moema

Por Marcos da Cruz

Barro Nosso de Cada Dia

Por Adriana Moraes

Se não sabe

Por João da Paz Guedes

Força Estranha

Por Marcos da Cruz

Textos do Mesmo Autor
Força Estranha

Por Marcos da Cruz

Moema

Por Marcos da Cruz