Portal Escritores

MULHER

Deus fez o homem primeiro

Com muita sabedoria

Depois tirou uma costela

Mostrando sua maestria

E fez a linda mulher

Pois dela o homem quer

Sorriso, paz, alegria.

 

Referência é Maria

A mãe do discernimento

Maior prova de mulher

Que provou do sofrimento

E foi mulher de lição

Pura em corpo e coração

Desde o seu nascimento.

 

Mulher é avivamento

De casa, marido e filho

Dá conselhos, orienta

Coloca todos no trilho

Cuida e zela pelo bem

Amor e carinho tem

Superando o empecilho.

 

Batata, inhame, milho

Ela faz para o jantar

Café da manhã, almoço

Ela sabe preparar

Lanche e a sobremesa

Com toda delicadeza

Para a todos fartar.

  

Mulher de tanto estudar

Trabalha, tendo decência

Em diversas profissões

A mulher supre a carência

Fazendo bom e bem feito

Esse é seu próprio jeito

De mostrar eficiência.

 

Tendo na voz eloquência

Contra a discriminação

Luta pelos seus direitos

À violência diz “não”

É forte e resistente

Guerreira e combatente

Num mundo de opressão.

 

Mulher sabe dar lição

De como se comportar

Cala e fala quando deve

Dinheiro, sabe gastar

Discreta ou “assanhada”

Tímida ou “amostrada”

Ô ser espetacular.

 

Quero parabenizar

A mulher, perfeito ser

A rainha do cuidar

Imperatriz do saber

A princesa da beleza

Pura como a natureza

Donzela do benquerer.

 

(Cristovão Augusto)

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Cristovão Augusto
Escrito por:
Cristovão Augusto
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 24 de Outubro de 2017

Atualizado em 24 de Outubro de 2017

Já foi visto 351 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Cordel


351
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
NOSSO SÃO JOÃO

Por Cícero Manoel

Uma pessoa amada

Por Karollaynne Costa

INGLÊS (verbo To Be) - cordel

Por Cristovão Augusto

ESCRITORES DA LIBERDADE (cordel)

Por Cristovão Augusto

Helena de Tróia

Por Iury Ranieri

Textos do Mesmo Autor
ESCRITORES DA LIBERDADE (cordel)

Por Cristovão Augusto

CHICO VELHO (Um grito de socorro)

Por Cristovão Augusto

ALAGOAS 200 ANOS (cordel)

Por Cristovão Augusto