Portal Escritores

Alquimia


 

Ah! Quem me dera ter a pedra, e a filosofia indispensável à sua criação;

 

Lapidando a preciosidade em conhecimento e riqueza, unindo-os com exatidão;

 

O resultado seria deslumbrante e lindo, seus frutos seriam incríveis;

 

Não veria olhos tristes de ignorância, mas um belo sorriso de sabedoria e conhecimento;

 

Existira o reconhecimento do amor como mais pura essência do bem;

 

A pedra serviria para ajudar a alguém, dando saúde ao doente, matando a fome das pessoas;

 

Tornando ferro em ouro, acabando as desigualdades, beneficiando a todos sem olhar a quem;

 

Haveria de encher a essência da pedra com amizade e união, resiliência e perdão;

 

O uso dos benefícios dela teria um ótimo e acessível preço, bom caráter e um reto coração;

 

Quem não fosse bondoso e unido, longânimo e amigo, nenhum benefício haveria de ter;

 

Pois a pedra na hora da dádiva, o coração do necessitado iria conhecer;

 

Bem... sei que produzir tal elemento é impossível, e ainda que fosse possível seria ineficaz;

 

Pois uma pedra preciosa deste porte poderia mascarar as atitudes de alguém desesperado;

 

Alquimia não existe, mas Cristo, por seu sangue, transforma o pecador e lhe concede salvação.

 

 

 

 

 

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Ícaro Shandó
Escrito por:
Ícaro Shandó
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 26 de Março de 2018

Já foi visto 350 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Sonetos


350
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
REPÚDIO AO SABER

Por Maria Alice Santos

JESUS RENOVADO?

Por Erisvaldo Vieira

ABRIL

Por DENISE SILVA DE ARAJO

Textos do Mesmo Autor
Latente

Por Ícaro Shandó