Portal Escritores

FILHOS MEUS

 

"Está anoitecendo, o tempo está nublado, dia parado, a chuva cai e os FILHOS MEUS estão por aí... Uns trabalhando, outros desempregados, desanimados e alguns preocupados. Filhos que me amam, outros que decepcionam, mas não os deixo de amar. Muitas vezes não há diálogo, não há compreensão, apenas agitação, no agir e no falar. Assim são os FILHOS MEUS, uns de sangue, outros adotados, não importa o que sejam, todos são amados. Só queria um dia ver todos unidos, sem dor, sem gemidos, sem enganação, olhando um para o outro, como verdadeiros irmãos, estendendo as mãos. Jamais desistirei, de nenhum de vocês, não importa o que pensem, FILHOS MEUS Pilarenses, sou PILAR Pai e Mãe, amo todos vocês".

Sérgio Moraes

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Sérgio Moraes
Escrito por:
Sérgio Moraes
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 16 de Maio de 2018

Já foi visto 79 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Crônicas


79
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
BAÚ DO PILAR

Por Sérgio Moraes

PILAR DA MINHA VIDA

Por Sérgio Moraes

HERANÇA

Por Jane Dávila

BAÚ DO PILAR

Por Sérgio Moraes

Textos do Mesmo Autor
OS PERFEITOS COM DEFEITOS

Por Sérgio Moraes

FONTE INESGOTÁVEL

Por Sérgio Moraes

MESMO

Por Sérgio Moraes

NATUREZA QUE ME INSPIRA

Por Sérgio Moraes