Portal Escritores

FILHOS MEUS

 

"Está anoitecendo, o tempo está nublado, dia parado, a chuva cai e os FILHOS MEUS estão por aí... Uns trabalhando, outros desempregados, desanimados e alguns preocupados. Filhos que me amam, outros que decepcionam, mas não os deixo de amar. Muitas vezes não há diálogo, não há compreensão, apenas agitação, no agir e no falar. Assim são os FILHOS MEUS, uns de sangue, outros adotados, não importa o que sejam, todos são amados. Só queria um dia ver todos unidos, sem dor, sem gemidos, sem enganação, olhando um para o outro, como verdadeiros irmãos, estendendo as mãos. Jamais desistirei, de nenhum de vocês, não importa o que pensem, FILHOS MEUS Pilarenses, sou PILAR Pai e Mãe, amo todos vocês".

Sérgio Moraes

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Sérgio Moraes
Escrito por:
Sérgio Moraes
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 16 de Maio de 2018

Já foi visto 252 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Crônicas


252
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
O Brasil de cabeça para baixo

Por Maria Alice Santos

PILAR DA MINHA VIDA

Por Sérgio Moraes

Ele Não Bebe A Minha Acidez

Por Luangelys De Paula

BAÚ DO PILAR

Por Sérgio Moraes

Textos do Mesmo Autor
COMO FICAM OS ELEITORES ?

Por Sérgio Moraes

PARAR E REFLETIR

Por Sérgio Moraes

BRASIL DE TODOS OS POVOS

Por Sérgio Moraes

"MINHA MUSA INSPIRADORA"

Por Sérgio Moraes

DA JANELA DE MINHA CASA

Por Sérgio Moraes