Portal Escritores

Delirante

       

 

Eu te espero

nem que seja só por uma vida

Eu te procuro

nem que seja desesperadamente

Eu te imagino

nem que seja a minha lida

 

Eu me escondo

nem que seja a todo instante

Eu me evito

nem que seja loucamente

Eu me construo

nem que seja torturante

 

Tu me encontras

nem que seja para o nada

Tu me enxergas

nem que seja disfarçadamente

Tu me imaginas...

− O irritante.

 

Tu me achas

nem que seja de mãos atadas

Tu me esnobas

nem que seja ironicamente

Tu me imaginas...

− O delirante.


Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Majal-San
Escrito por:
Majal-San
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 24 de Julho de 2018

Já foi visto 267 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


267
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Por toda a minha vida

Por Andre Pesilva

IRREMEDIÁVEL

Por Ataniel

Além Da Eternidade

Por tonyramos

Tenacidade

Por Majal-San

Mundo Novo

Por Claudenor de Albuquerque

Textos do Mesmo Autor