Portal Escritores

Presunção

 

Há retórica em minhas perguntas?

Sem respostas sempre, às vezes adormeço.

Tens sentido o que de fato tanto assuntas?

A verdade é que o teu nome nunca esqueço...

Inutilmente o Poeta insiste nesse adereço.

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Majal-San
Escrito por:
Majal-San
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 17 de Agosto de 2018

Já foi visto 235 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


235
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Imprudente

Por Majal-San

Morto em vida

Por IORGAMA PORCELY

Balança

Por Majal-San

Bem ali

Por Majal-San

Um nó

Por Majal-San

Textos do Mesmo Autor
Palavras

Por Majal-San

Louco navegante

Por Majal-San

Contradição II

Por Majal-San

Caminhando

Por Majal-San

Concreto

Por Majal-San