Portal Escritores

Inter-tempo

Outra história te conto

Quando eu tinha 35 anos

Me falei mulher vivida

E olhando pra minha vida

Eu me vi

E que bobagem penso eu

Depois de tantas histórias bobas

Deixar de dar vazão aos sentimentos

E sendo otimista, me otimizar.

Pra parar de sentir vazio

Olhe dentro, são os meus desafios

Que relutam na decisão de viver versus sonhar

E hoje deito em meu peito

Pensando: sou desse jeito?

E lembro muito convicta:

Eu ainda tenho 24 anos, pô

A vida vida ta aí justamente pra ser vivida.

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Virgínia Tavares
Escrito por:
Virgínia Tavares
Autora

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 24 de Agosto de 2018

Já foi visto 129 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Prosa Poética


129
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Restos de Palhaço

Por Brenda Barreto

Viva o amor

Por Antonio Batista

Mulher Por Exelência

Por Emanuel Galvão

Pensamentos

Por Josivaldo Teixeira

Soneto do ver

Por Leonardo Jordão

Textos do Mesmo Autor
O tempo

Por Virgínia Tavares

Gaiolas

Por Virgínia Tavares

Movimento Urbano

Por Virgínia Tavares

ANTES DE CANTAR

Por Virgínia Tavares