Tema Acessibilidade

Tua humana boca soberana – minha inspiração insana

 

 

Os teus lábios estão em meus sonhos,

Os meus sonhos persistem nas madrugadas,

As minhas madrugadas são curtas.

 

O teu sagrado sono tento não perturbar,

Meus sonhos trazem a Poesia aguardada,

Minha poesia espontânea te insulta.

 

Os teus lábios desejo quando acordado,

Os meus sonhos desejo realizar,

Mas, nossas tardes são tão curtas.

 

O teu sono, talvez, de novo perturbarei...

Nos teus sonhos, talvez, estarei a poetizar,

Porém, a realidade a minha poesia oculta.

 

                                   

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados ao autor. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
0
250 visualizações •
Denuncie conteúdo abusivo
Majal-San ESCRITO POR Majal-San Escritor
Maceió - AL

Membro desde Julho de 2012

Comentários