Portal Escritores

O grito da inspiração

 

 

Hoje, à distância, observei minha fonte;

Não mergulhei como antes – contemplei.

Hoje, à distância, analisei aquela ponte;

Não atravessei, não pisei – sequer tentei.

 

Hoje, remotamente, visitaste meu pensamento;

Nesse instante bagunçaste todo meu conceito.

Hoje, cruel foi minha memória – um tormento;

Nesse instante perfuraste esse velho peito.

 

Se amanhã apareceres os meus olhos não fecharei,

Serei forte suficiente para me cegar,

Se amanhã a ponte surgir atravessarei.

 

Se amanhã a Poesia me penetrar,

Serei forte suficiente para não escrever,

Amanhã serei louco suficiente – vou gritar.

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Majal-San
Escrito por:
Majal-San
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 26 de Setembro de 2018

Atualizado em 26 de Setembro de 2018

Já foi visto 73 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Sonetos


73
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Melancolia

Por Luangelys De Paula

Além Da Eternidade

Por tonyramos

Nova Terra Prometida

Por tonyramos

Tenacidade

Por Majal-San

Mundo Novo

Por Claudenor de Albuquerque

Textos do Mesmo Autor
Palabras

Por Majal-San

Exausta cidade

Por Majal-San

Luz

Por Majal-San

Gestos e palavras

Por Majal-San

Meia década

Por Majal-San