Portal Escritores

Um nó

 

Um beijo na mão, e só...

Na mente, a Lua distante;

Em suas ações (loucas) um nó.

 

Um olhar repentino, e basta...

Na mente, um desejo de amante;

Em sua ânsia, a musa, casta.

 

Um sacudir de cabelos, e pronto...

Em frente, provocação, cativante;

Enfrente essa beleza – confronto.

 

Um prende e solta cabelos – disfarça...

Ele (pedra bruta), Ela (diamante);

A Lua permanece, o resto passa.

 

Um beijo na mão, e só...

Sem “oi”, sem “tchau”, tão distantes;

Em suas ações (infantis) um nó.

 

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Majal-San
Escrito por:
Majal-San
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 09 de Outubro de 2018

Já foi visto 72 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


72
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Mas, que maldade!

Por Majal-San

Balança

Por Majal-San

A Valsa do Otário

Por Majal-San

Bem ali

Por Majal-San

A Poesia II

Por Majal-San

Textos do Mesmo Autor
Amigos

Por Majal-San

Luz

Por Majal-San

Sentido

Por Majal-San

Deserto

Por Majal-San