Portal Escritores

BIOGRAFIA DO INDUSTRIAL BERNARDO LOPES

 

Bernardo Lopes, natural da Província de PonteVedra, na Espanha, grande empresário que veio ainda jovem para Alagoas, com à finalidade de construí uma indústria têxtil no Estado. São Miguel dos Campos foi à cidade escolhida, por ter bastante águas, um solo fértil e um clima favorável para manutenção da referida fábrica, o local era ideal para a instalação da mesma.
No início do século XX, iniciou-se a construção desse grande empreendimento para a cidade de São Miguel dos Campos. Ela foi edificada na zona rural do município, às margens do Rio São Miguel, no distrito de Sebastião Ferreira.
Os funcionários da firma Romão Durant Lopes, trabalhavam de noite e de dia para que a fábrica funcionasse o mais rápido possível e em 1913 o sonho do empresário Bernardo Lopes foi realizado, a fábrica começou a funcionar com a denominação de " Companhia de Fiação e Tecidos São Miguel " , também conhecida popularmente como " Fábrica Sebastião Ferreira ".
Bernardo Lopes era um homem que gostava muito de ajudar as pessoas mais carentes, e de contribuir com as instituições existentes na cidade, como foi o caso, da reabertura do hospital Dr. José Inácio e a restauração da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Ó.
Criou a Escola de música para os filhos dos operários e fundou a Banda Filarmônica da indústria, regida pelo Maestro Manuel Leite, considerada na época, uma das melhores bandas do Estado.
Bernardo Lopes era amante das festividades religiosas, principalmente a procissão de São Sebastião, realizava também naquele parque industrial o tradicional carnaval, além das apresentações culturais que vinham da cidade, entre elas, a Taieira da Albertina e o Guerreiro Treme Terra, do Mestre Sebastiãozinho. As festas juninas eram comemoradas em alto nível, preservando sempre a tradição, com fogueiras, fogos de artifícios, quadrilhas e o forró-pé-serra, o ambiente era tão bom, que os operários da fábrica, criaram até um dote, para o Sr. Bernardo, que dizia: " Com Bernardo na fábrica, animação não falta, não! " , depoimento obtido de um funcionário da velha guarda.
Bernardo Lopes é uma das maiores referências no campo industrial de Alagoas, um homem que revolucionou as indústrias têxteis no Estado, seu nome estar presente na consciência dos antigos funcionários da fábrica, como também gravado na mente da sociedade miguelense.
As terras, que antes eram da empresa, hoje pertencem a Usina Roçadinho, e foi transformado num povoado, com à denominação de " Povoado Bernardo Lopes " em homenagem a este grande ícone das indústrias alagoanas.

( Escrito por: Ernande Bezerra de Moura )








Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login