Portal Escritores

BIOGRAFIA DE ANTÔNIO LEÃO " O MÁRTIR DE JEQUIÁ DA PRAIA


 

Antônio Leão, nasceu no povoado de Jequiá da Praia, distrito pertencente à cidade de São Miguel dos Campos, na época.
Antônio Leão, era um simples pescador, nas suas andanças de pescaria, conhece o português, Francisco da Veiga Silva, proprietário de um estaleiro, localizado às margens da praia de jequia e começa a trabalhar com ele, como ajudante, em 1790.
Com o falecimento de Francisco da Veiga, Antônio Leão passou administrar o estabelecimento e o comércio de embarcações naquela localidade, pois o português, não tinha parentes, aqui no Brasil, além de barcaças, Antônio Leão fabricava canoas e pequenos barcos.
Em 1817, Antônio Leão, participa da Revolução Pernambucana, ao lado de Manuel Duarte Ferreira Ferro, o futuro Barāo de Jequiá, defendendo a terra de Jequiá da Praia e o seu estabelecimento, Antônio Leão, batalhava sem medo pela vitória do ideal republicano, e clamava por dias melhores para o povo de sua terra natal, infelizmente o movimento dos revolucionários, fracassou, e a justiça real vitoriosa, efetuou diversas prisões em Alagoas, foram vítimas em São Miguel dos Campos, Francisco Frederico da Rocha Vieira, filho de Ana Lins e irmão do Barāo de Jequiá e seu pai Manuel Vieira Dantas, que foram enviados para Recife, já Antônio Leão permaneceu preso em Jequiá da Praia.
Logo após a revolução, a coroa portuguesa, determinou as condenações aos rebeldes, muitos deles, com pena de morte, a maioria das penas, no entanto, foram comutadas, menos a de Antônio Leão.
Este bravo guerreiro da nossa história, destemido sonhador, sob uma lâmina afiada de um machado, deu seu último grito de rebelião abafado na garganta, teve seu corpo esquartejado e espalhados pelos principais pontos da praia de jequia.
Sua história deveria ser mais estudada pelos órgãos competentes do estado de Alagoas, pois, Antônio Leão, teve o mesmo feitio da morte de Tiradente.
( Escrito por Ernande Bezerra de Moura )

 








Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login