Portal Escritores

Cérebro em lágrimas

Sinto que a morte está tocando meu ombro

E me chamando para o meu grande dia

E que não há pai nosso no mundo que me salve

Creio em Deus pai ou salve rainha

 

Sinto que estou me decompondo aos poucos

E que só melhoro para não morrer

Sinto que estou igual aqueles loucos

Mas o meu tormento não dá pra se ver

 

O meu peito dói assim que dói meu corpo

E a minha cabeça dói por perceber

Que a minha hora tá chegando aos poucos

Não era só Deus que tinha esse poder?

 

Sinto que estão me assassinando aos poucos

Chutes e pontadas no rosto do meu ser

Silêncio e gritos na minha calçada

Tornando maçante todo o meu viver

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Antoniele Santos
Escrito por:
Antoniele Santos
Escritora

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 28 de Junho de 2019

Já foi visto 86 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


87
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Brasil, o teu olhar.

Por Arthur Omena

Poema Sujo

Por Talvanes Faustino

...

Por Lucélia Pontes

Súplica Póstuma

Por Claudenor de Albuquerque

Soneto deitado no chão frio

Por Leonardo Jordão

Textos do Mesmo Autor
Verdade

Por Antoniele Santos

Pensamento Nocivo

Por Antoniele Santos

O que você faz?

Por Antoniele Santos

A carta

Por Antoniele Santos

Como amar

Por Antoniele Santos