9º Encontro dos Escritores
Portal Escritores

CONFISSÃO


Confesso que sou negro,

Sou banto, sou Zulu.

Confesso minha afro descendência

Sou do América do Sul.

 

Confesso minha negritude,

Minha fé, minha Religião.

Confesso minha Ancestralidade,

Minha vida, minha nação.

 

Confesso minha africanidade,

Minha origem, minha raíz.

Também confesso, não nego,

Só assim eu sou feliz.

 

Por fim, eu confesso

A confissão que confessei.

Se for pra confessar novamente,

Sem dúvida confessarei.

 

 

 

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Nilton Santos
Escrito por:
Nilton Santos
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 15 de Julho de 2019

Atualizado em 06 de Abril de 2020

Já foi visto 189 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


192
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Soneto teu

Por Leonardo Jordão

Eu e minha lente

Por AdrianoRockSilva

Soneto amigo

Por Leonardo Jordão

Textos do Mesmo Autor
CAMINHEMOS

Por Nilton Santos

ACREDITAR

Por Nilton Santos

QUEM VEIO PRIMEIRO?

Por Nilton Santos

TUDO É POSSÍVEL

Por Nilton Santos

ANTAGÔNICO

Por Nilton Santos