Tema Acessibilidade

BIOGRAFIA DO CORONEL MARCOS JOSÉ ANTÔNIO DA SILVA

• Atualizado

 

Marcos José Antônio da Silva nasceu em Portugal no dia 18 de junho de 1834.

O jovem português foi influenciado por alguns amigos e parentes, para que viesse a se instalar no Brasil, pela fertilidade do seu solo.
E o local escolhido pelo nobre empreendedor foi a cidade de São Miguel dos Campos, no estado de Alagoas, pelo fato dela ficar localizada às margens de um rio.
Assim que chegou ao município, casou-se com a miguelense Hermezinda da Rocha e logo em seguida comprou uma propriedade, onde foi montado um engenho de açúcar, que recebeu a denominação de Engenho do Coité.
Seu nome era respeitado em toda região e cidades cicunvizinhas, por ter a patente de Coronel, neste tempo, a maioria dos senhores de engenhos eram agraciados com este título, alguns recebiam por méritos, outros compravam a patente.
Marcos José Antônio da Silva era um homem muito inteligente, carismático e cumpridor das suas obrigações, um pai que se preocupava muito com seus filhos e com a família, seu desejo era de vê-los todos agasalhados, sem depender de ninguém.
Antes de morrer, o Coronel foi até ao cartório da cidade e fez um testamento, que foi registrado e arquivado no livro de registro do referido cartório, com os seguintes disserem " Quando eu morrer, ninguém poderá vender às terras do Coité, elas passaram de filhos para netos ".
O pedido do Coronel foi cumprido e honrado pelo seu filho José Marcos da Rocha, até o fim da sua vida.
Em 1913, O Coronel Marcos José Antônio da Silva doou para a Matriz de Nossa Senhora do Ó, o relógio que veio diretamente da França de navio para o Porto do Francês e de lá, foi transportado para a cidade de São Miguel dos Campos, através de barcaças pelas águas do Rio São Miguel, onde foi instalado na torre direita da igreja, nesta época, a Matriz só tinha uma torre.
Depois da morte do Coronel e do seu filho, a família arrendou uma boa parte da fazenda a terceiros em forma de comodato, documento este, que tem que ser renovado todos os anos, conforme o período de arrendamento.
O competente Coronel faleceu no dia 13 de março de 1914, um ano depois da doação do relógio, seu corpo está sepultado no cemitério de São Miguel dos Campos.

( Escrito por Ernande Bezerra de Moura )

0
359 visualizações •
Atualizado em
Denuncie conteúdo abusivo
Ernande Bezerra ESCRITO POR Ernande Bezerra Escritor
São Miguel dos Campos - AL

Membro desde Junho de 2011

Comentários