Portal Escritores

A TRAJETÓRIA E A HISTÓRIA DO ANTIGO MERCADO PÚBLICO MUNICIPAL DE SÃO MIGUEL DOS CAMPOS - AL.

 

Não se tem nenhum registro do nome do proprietário e nem da data de construção do antigo prédio onde funcionava o mercado público municipal. A única coisa que se sabe é que o prédio era alugado para a prefeitura, por uma quantia de 860$000, anuais.
Ele foi adquirido para o município na gestão do Prefeito Intendente João Satirio, que tinha a intensão de reformar-lo, mais isso só veio aconteceu na administração do Prefeito Miguel César Teixeira, na década de vinte.
No decorrer dos anos, o prédio foi completamente reformado, ganhando assim, uma nova roupagem, onde foram aumentadas as paredes, cobrindo por completo a visão do seu telhado, que antes, era exposto e a sua estrutura física foi revistida com lindas fachadas no estilo neo contemporâneo.
Sua inauguração aconteceu em 1927, por sinal, esta data, está datada logo acima da porta de entrada do referido prédio.
Durante muito tempo, ele funcionou como Mercado Público Municipal, onde foi dividido em diversos compartimentos, de cada lado da porta principal, existia um bar, no lado direito o bar do Sr. Antônio Galdino e no esquerdo o bar do seu Cristino e posteriormente do seu Carmo. No corredor que dá de acesso a Rua Visconde de Sinimbu, funcionava a mercearia São José do seu José Abel, que depois passou a pertencer ao empreendedor Antônio Geremias e a lanchonete do seu Demas (Isto na parte externa do mercado). Na parte interna, funcionava a mercearia do seu Júlio de Souza e a lanchonete dos Irmãos Zé do Peixe e Maurício.
Na sua dependência foram construídas várias bancas de cimentos agregadas uma na outra, onde era vendido, carne de boi, de carneiro e de porco, no salão principal era comercializado os cereais e as verduras e na parte onde hoje, está instalada a biblioteca Monsenhor Guimarães, era negociado as virseras do boi, as galinhas de granja, os crustáceos e os pescados, também neste local, funcionou a Prefeitura Municipal, na década de sessenta.
Antigamente a feira do município era realizada por todo comércio e nas ruas adjacentes ao mercado, por sinal, ele tornou-se o ponto de referência para a comercialização das mercadorias dos comerciantes de São Miguel dos Campos e das cidades cicunvizinhas.
Neste tempo as mercadorias eram transportadas por carro de bois, carroça de burro, cavalos de cargas e pelas águas do Rio São Miguel e os feirantes e os compradores que moravam na redondeza da cidade viam de cavalos, de charretes, de barcaças e de canoa, só na década de quarenta que começaram aparecer no município os carros motorizados, antes, só os senhores de engenhos e os grandes emprensários que tinham esses tipos de transportes para atender as necessidades deles próprios e dos seus complexos industriais.
1986, na gestão do Prefeito Wellington Torres foi construído o novo mercado com uma bela estrutura considerado uns dos mais bonito do estado.
Depois da construção do novo mercado o antigo mercado foi lnvadido por moradores de rua e algumas pessoas remanescentes das enchentes do Rio São Miguel, ele passou mais de dez anos fechado, funcionava apenas, os compartimentos do lado de fora, entre eles, a Loteria Esportiva Federal do Sr. José Martins.
E foi reformado e reaberto na segunda gestão do prefeito Nivaldo Jatobá, quando foi alevancado o prédio da Biblioteca Monsenhor Hidelbrando Veríssimo Guimarães, no local onde funcionava a Prefeitura Municipal como também foi construído um Posto de Moto Taxista, na dependência do Bar do Antônio Galdino, depois Loteria Esportiva.
Anos depois, ele foi cedido ao estado por empréstimo, um acordo firmado entre a Prefeita Rosiane Santos e o Governador Teotônio Vilela Filho, para que nele funcionasse o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial - SENAI, a escola foi instalada em 2010.
Apesar da mudança, o antigo mercado continua presente na cultura do município, sua história, nunca será apagada e nem esquecida pela população miguelense.
Ele fica localizado na Rua Dr. Rômulo de Almeida, próximo a Praça Coronel Miguel César Teixeira (Praça do Relógio), no centro da cidade de São Miguel dos Campos, estado de Alagoas.

( Texto escrito por Ernande Bezerra de Moura )














Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login