Portal Escritores

A SAGA DO ÍNDIO

Começo o meu poema

Falando sobre o racismo

Que há bastante tempo

Leva a sociedade ao abismo

 

Desde a invasão portuguesa

Sabemos bem o que aconteceu

Com a intolerância europeia

Muita gente sofreu.

 

Ressalto o papel da Igreja

Que colaborou com essa injustiça,

Gerando no meio da nobreza

A violência e a cobiça.

 

Entre indígenas e europeus

Os encontros não foram amistosos.

Foram tempos bem difíceis,

Sempre, sempre dolorosos.

 

Para catequizar os índios

Precisaria de uma religião.

Impulseram-lhe o Cristianismo,

Cada um com a cruz na mão.

 

Sua cultura, sua crença...

Tudo foi se transformando.

E debaixo de sofrimentos

O índio brasileiro se acabando.

 

Resistiram até o fim,

E as tribos dizimadas.

Numerosa parte destruída

A cultura do índio aniquilada.

 

Hoje os donos desta terra

Ainda vivem sofrendo.

Estão tomando seus direitos

Que estão há cinco séculos querendo.

 

As leis que os protegem

Não estão sendo respeitadas.

A nossa Pátria Mãe Gentil

Em berço esplêndido deitada.

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Nilton Santos
Escrito por:
Nilton Santos
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 25 de Setembro de 2019

Já foi visto 52 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


53
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Meu Calvário

Por israel galdino

Fingindo sentir

Por glenysson bezerra

O Amplificador

Por Wellington Costa

Amigo da cobra

Por Talvanes Faustino

ANGÚSTIA E SOLIDÃO

Por Nilton Santos

Textos do Mesmo Autor
EU MESMO

Por Nilton Santos

CRIA+AÇÃO

Por Nilton Santos

MINHA PELE NEGRA

Por Nilton Santos

DEVANEIOS

Por Nilton Santos

RESISTIR É PRECISO

Por Nilton Santos