Portal Escritores

Dez mil canções

Coisas assim

Não vão cair

Não vão embora não

Quando te vi

Sozinho ali

Pensando tanto em vão

 

E comecei a te dizer 

Não te machuques o coração

 

Se um dia eu

Não puder mais te consolar

Nem escrever mais

Dez mil canções para te dar

 

Quero que saiba que uma coisa

Somente uma, irá restar

 

Além das memórias

Além dos conselhos que te dei

De todas as fotos

E de tudo o que te ensinei

Além das cartas de amor

Das roupas, do cobertor que usei

Irá restar o amor que eu tive por você

 

Se, por ventura, um belo dia eu não vir a acordar

Saiba que o meu amor contigo estará

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Antoniele Santos
Escrito por:
Antoniele Santos
Escritora

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 25 de Setembro de 2019

Já foi visto 42 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Letras de Música


43
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Morto em vida

Por IORGAMA PORCELY

Despedida!

Por Max Farias

ARTRODESE DA PEGADA

Por Andre Pinto

Qual a pior dor?

Por Japinha Lemos

Textos do Mesmo Autor
A carta

Por Antoniele Santos

Verdade

Por Antoniele Santos

Vivendo à partir da razão

Por Antoniele Santos

Pensamento Nocivo

Por Antoniele Santos

Mania de ser Deus

Por Antoniele Santos