Inquietude

Majal-San Majal-San 18 de Novembro de 2019

 

 

Meus joelhos são arrastados no asfalto,

A minha pele impregnada de espinhos;

Do conflito sou apenas o arauto,

Chuva de pedras destruindo os seus ninhos.

 

Essas ações e o meu ser em sobressalto,

Viagem poética e minhas vestes em desalinho;

Nesse conflito sou apenas um incauto

Alucinado que não encontra o seu caminho.

 

Minhas marcas vão manchando esse chão,

Suor e sangue tatuando a triste via,

Um sentimento que entrou na contramão.

 

Os meus traços, o meu grito – tudo em vão.

Minhas palavras, os meus versos (desarmonia),

Argumentos dissonantes – sem noção.

 

 

 

 

 

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados ao user. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do user.
Denuncie conteúdo abusivo
Majal-San ESCRITO POR Majal-San Escritor
Maceió - AL

Membro desde Julho de 2012

Comentários

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login