Portal Escritores

Instrumento do corpo

 
O dedo bate na corda do violão. 
Bate uma saudade!
As mãos batem no tambor.
Bate uma solidão!
Estou no som da dor.
Não há lamento no silêncio.
Coração, por que me inquietas com tantas paixões,
já não basta bater, para manter o meu corpo vivo?

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Andre Pesilva
Escrito por:
Andre Pesilva
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 23 de Novembro de 2019

Atualizado em 23 de Novembro de 2019

Já foi visto 57 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


57
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
SERES LUMINOSOS

Por Andre Pinto

MULHER DESEJADA

Por Antonio Batista

Palavras

Por Ataniel

O TRABALHO É ALGO DIVINO

Por Antonio Batista

Saudade

Por Nathália Amanda

Textos do Mesmo Autor
Os versos calados

Por Andre Pesilva

Minha história

Por Andre Pesilva

Por toda a minha vida

Por Andre Pesilva