Portal Escritores

INTOLERÂNCIA NA DOR


 

 

 

No ápice da intolerância de uma dor. 

Dor imensurável, insuportável na sua intensidade.

Entre um paliativo e outro, turbilhões de ideias surgem.

E grande é a diversidade.

Entre elas circulam, inclusive as de horror.

Ideias, ideias, ideias, quero aproveitar a melhor.

Ler poesias me ocorre, me parece alentador.

É como um paliativo dentre outros, sem droga, que me alivia a dor.

E Imagine que me motiva a escrever.

São versos que me ajudam a tolerar imensa dor.

Dor intensa me limita os movimentos, e me imobiliza por eternos momentos.

Horas e horas, dias em uma cama, já não sei mais se é bom ou ruim.

Porém, enquanto a dor não vem ler poesias me faz bem!

Me ativa sentimentos de amor.

Uns para registrar, outros seriam o fim!!!

Registrados apenas em pensamento, impossível evitar.

Esses se perderão aos ventos.

Com certeza não serviria de bom exemplo.

Agradeço ao Criador por gostar de ler, e pelo dom de escrever!

Capaz de eternizar os momentos de dor, de alegria e de prazer!

Qual não seria a minha angústia?

Horas e horas que mais parecem eternas, imóvel em uma cama.

 A mente, o cérebro, as mãos em estado perfeito.

 Ainda assim, consigo falar do amor em chama!

Questiono aos ventos, a causa de monstruosa dor.

Sem resposta continuo neste inexplicável meio tempo desolador.

Em meio aos espinhos desta dor, encontrei o companheiro perfeito.

Bendito seja o livro de poesias de amor!

Só exalta a beleza da mulher e a importância de viver um grande amor.

Agradeço ao autor pelo presente, que me serviu de acalento.

De inspiração, para eternizar com amor este momento desconfortador.

Ana Gomes, 29/09/2019.

 

 

 

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Ana Gomes
Escrito por:
Ana Gomes
Escritora

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 02 de Janeiro de 2020

Já foi visto 151 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


154
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Textos do Mesmo Autor
Sonho de amor

Por Ana Gomes

DIA DE POESIA

Por Ana Gomes

É NATAL

Por Ana Gomes