Portal Escritores

A SAGA DO NEGRO


"A dor da gente é dor de menino acanhado."

E pra aumentar essa dor

Foram Buscar os negros

Para serem escravizados.

 

De toda parte da África

Chegaram negros amarrados,

Sofrendo toda sorte de violência

E ainda sendo castigados.

 

Os tratamentos desumanos

Dados aos negros no Brasil

Eram totalmente animalescos

Como ninguém nunca viu.

 

Ao chegarem no Novo Mundo

Foram logo batizados,

Marcados com ferro e fogo

E vivendo como gado.

 

Obrigados a abandonar sua fé

Tiveram que acreditar nos santos

Que a Igreja Católica venerava

Contudo, isso não abalou seus encantos.

 

O trabalho era penoso,

A manobra era pesada.

Muito não resistiram,

E começava as chibatadas.

 

Apesar de todo sofrimento

Os negros tinham um alento,

De voltar à mãe África

E acabar com tanto tormento.

 

Isso porem, não lhes bastava,

Porque tinham sua cultura,

Suas crenças e seus costumes,

Que serviam de armadura.

 

Cultuavam seus deuses escondidos

Para louvar seus Ancestrais.

Isso os livrava do castigo

Se descobrissem era tarde demais.

 

Ora tristes, ora animados,

Uns aos outros se encorajavam,

Mesmo estando de banzo

Faziam festas e se animavam.

 

Batiam tambores e dançavam,

Para a saudade aliviar

Da sua terra distante,

Pois sabiam que iam mais voltar.

 

Sobrava apenas a esperança

E o alento na alegria

De viver só na lembrança 

O raiar de um novo dia..

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Nilton Santos
Escrito por:
Nilton Santos
Escritor

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 29 de Janeiro de 2020

Já foi visto 21 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


21
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
VENCENDO O PRECONCEITO

Por Nilton Santos

Por ti

Por Cleide Vanderley

Segredos de mim

Por Anobelino Martins

Nada é para sempre

Por isacbarbosa

LUGAR SOCIAL

Por Valci Melo

Textos do Mesmo Autor
ANGÚSTIA E SOLIDÃO

Por Nilton Santos

CRIA+AÇÃO

Por Nilton Santos

ANTAGÔNICO

Por Nilton Santos

CONFISSÃO

Por Nilton Santos

ACREDITAR

Por Nilton Santos