Elas

Cicero Domingos Cicero Domingos 23 de Março de 2020
23 de Março de 2020

 

 

 

Elas se olham penetrantemente uma para a outra, aquele olhar que fala tudo o que você quer fazer.

 

E logo elas se aproximam como quem não quer nada, e aquele olhar, ah, aquele olhar continua.

 

Logo no primeiro toque que acontece entre elas, o fogo da paixão queima a pele de ambas.

 

Elas passam uma para a outra o que querem somente com aquele toque.

 

E quando menos esperam sem perceber se beijam ali começa o início de toda a carícia.

 

E ambas saem daquele lugar para terem mais privacidade, mas não dá tempo, pois a libido está as queimando por dentro.

 

Onde?

Vai aqui mesmo. Olhando uma no olho da outra.

 

Ali começa a sacanagem pra valer, ambas se beijam loucamente e vão se despindo, peça por peça até não resta mais nenhuma e ambas se veem nuas, corpos esculturais rendidos totalmente ao prazer.

 

No momento em que a safadeza chega ao auge de tudo, e da boca desce para os seios, mordidas, chupões, arranhões, tudo.

 

Onde?

Desce mais, no principal.

 

E descem e logo estão em um 69 perfeitamente sincronizado, boca na vagina e vagina na boca.

 

Lambidas, mordidas e longas chupadas de virar os olhos ah…

 

Gemidos, contorções, espasmos e logo vem aquele tremor gostoso no corpo de ambas, gozaram uma na boca da outra, maravilhadas se entregam ao calor que o corpo de uma oferece para a outra.

 

E ali permanecem abraçadas, se preparando para outras e outras.

 

 

 

 

Cicero Domingos

14-09-2017

 

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados ao user. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do user.
Denuncie conteúdo abusivo
Cicero Domingos ESCRITO POR Cicero Domingos Escritor
Matriz de Camaragibe - AL

Membro desde Dezembro de 2019

Comentários