Portal Escritores

QUASE TUDO!


QUASE TUDO EM MINHA VIDA FOI PRECOCE

MENOS MINHA MENARCA

MEU PRIMEIRO BEIJO

E MINHA VIRGINDADE

 

MINHA MENARCA FOI AOS13 ANOS E 10 MESES

EU JÁ SABIA COMO CUIDAR

E LOGO CONTEI PARA TODOS

QUE JÁ SOU(ERA) UMA MOCA DEIXEI DE SER

CRIANCA PRA SER MULHER

MAL SABIA EU QUE COM ELA VIRIA

AS PROIBICOES, OPRESSOES E,

MUITO MAIS RESPONSABILIDADES.

 

MEU PRIMEIRO BEIJO FOI AOS 17 ANOS

NUNCA ESQUECO OU ESQUECI COMO SUAVA FRIO

NERVOSA, ...MAS QUANDO ACONTECEU.

EU QUERIA MAIS ...ACHEI ESTRANHO

SEM RUMO, NOJENTO A TROCA DE SALIVAS.

POREM GOSTOSO, UMA ADRENALINA.

TOMAVA-ME CONTA E ERA BOM

E ESTE CARA FOI MINHA PAIXAO DA ADOLESCENCIA

MAS NÃO PASSAMOS DISSO, NÃO PASSAMOS.

DE GRANDES AMASSOS.

 

NOS AFASTAMOS E MESES DEPOIS ELE APARECE

COM UMA MULHER PRENHA, CARREGAVA EM SEU VENTRE.

 UMA MENINA DELE E EU ADOENCI, NÃO POR ESTE MOTIVO.

QUASE MORRI, NESTE MOMENTO CONHECI UM GRANDE HOMEM.

DO QUAL ME APAIXONEI PERDIDAMENTE, ELE EXPERIENTE,

MADURO SE TRANTANDO DE MIM, POR ESTE SENTI ALGO.

GRANDIOSO, EU PENSAVA QUE SE TRATAVA DE UM AMOR PLATONICO.

POREM OS DIAS, MNESES E ANOS ME PROVARAM O CONTARARIO.

ESTE ROLO DUROU OITO ANOS, ESTE CARA FOI O HOMEM

QUE MAIS AMEI NA VIDA.... SIM NOSSO XAMEGO TEVE

ESTE TEMPO DE DURABILIDADE, POREM UM DE LA

E OUTRO DE CA

EU AQUI E ELE LA EM SUA TERRA NATAL

PRA MEU CONFORTO SEU TRABALHO E AQUI

LOGO TUDO PROMOVIA PRA NOSSOS ENCONTROS.

 

ESSE AMOR CRESCIA E GANHAVA FORCA

A CADA MILIESIMO DE SEGUNDOS

ERAMOS COMO O ALCOOL E O FOGO

QUANDO ESTAVAMOS JUNTOS

NÃO DAVA PRA SEGURAR

SENTIAMOS UMA CHAMA ARDENTE

QUE TOMAVANOS  E ENCEDIAVAMOS

TUDO POR PERTO, NOSSOS CORPOS

GRITAVAM UM PELO OUTRO

CHEGAVA F RIA E SEM JEITO

SAIA QUENTE, VERMELHA E RINDO ATOA.

NUNCA TIVEMOS COMPROMISSO

ELE MUITO COBICADO POR SUA POSICAO SOCIAL

E POR TUDO Q TINHA, EU ...EU ERA APENAS

UMA GAROTA IMATURA, MEDROSA E SELVAGEM

POREM COM O CORACAO CHEIO DE AMOR PRA DAR.

NÃO TINHA HOMEM, LUGAR, CHEIRO E CARICIAS

QUE ME FIZESSE ESQUECER OU APAGACE DE MINHA MEMORIA

SEU TOQUE, SEUS BEIJOS E SABORES, DESEJOS E SEU AMOR

E MESMO ASSIM NÃO CEDI PRA ELE

NÃO ME PEREMITI DE FATO A CONCRETIZACAO DO ATO

MEU MEDO FOI MAIOR QUE MEU AMOR POR ELE

O MEDO DE SER PENETRADA FOI O CADEADO

E BLOQUEIO DE NÃO CONCEBER O ATO E O FATO.

 

DOS MEUS DEZESSETE AOS VINTE E CINCO ANOS

VIVI SUSPIRANDO E DESEJANDO OS BRACOS DESTE HOMEM

ATE UM DIA EM QUE O MESMO ME MAGOU PROFUNDAMENTE

DISENDO-ME TU NÃO ES MAIS VIRGEM

PARA DE MENTIR E ME FALA COM QUEM

VIVESTE ESTE MOMENTO E POQUE NÃO COMIGO.

 

EU O OLHEI BEM NA BILOCA DOS OLHOS DELE

PROFUNDAMENTE, COM MEU OLHOS CHEIOS DE LAGRIMAS E LHE RESPONDI

FAZENDO-LHE UMA PERGUNTA

COMO PODES AFIRMAR QUE TRANSEI COM OUTRO

QUANDO MEU CORACAO E TEU E SO QUER VOCE

COMO PODES ME COLOCAR EM QUESTIONAMENTOS SE E PRA TI

QUE ME GUARDO, COMO POSSO TER ME DEITADO COM OUTRO

SE TODOS ESSES ANOS VOCE TENTA E POR MAIS QUE TE AME

NÃO CONSIGO, POQUE MEU MEDO E MAIOR QUE O MEU AMOR POR VC.

 

SAI DAQUELA CONVERSA DESTRUIDA, DESNORTEADA.

COM MUITA RAIVA POR TER ME JULGADO MAL, MESMO DIANTE

DE VARIAS PROVAS QUA DEI.

HOJE VEJO QUE ELE HAVIA SE CANSADO DE TENTAR

E POR NÃO TER CONSEGUIDO, ME COLOCOU CONTRA PAREDE

DIAS DEPOIS DESTA CONVERSA, ESCREVI UMA SENHORA CARTA

E JUNTO COLOQUEI UM CD COM UMA SELECAO

DE MUSICAS QUE NOS MARCARAM

 

PEDI PARA UMA AMIGA ENTREGAR PRA ELE

O MESMO RECEBEU E GRADECEU

SUA DESCONFIANCA ME MACHECARAM

TANTO QUE RESOLVI IR EMBORA

ASSIM FOI NOSSA HISTORIA

ELE ACOSTUMADO A DOMINAR

E EU A NÃO CEDER!

 

 

 

 

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Glycia Cibelle
Escrito por:
Glycia Cibelle
Escritora

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 01 de Maio de 2020

Atualizado em 03 de Maio de 2020

Já foi visto 65 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


66
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
Textos do Mesmo Autor