Portal Escritores

NÃO SIRVA DE TRANSPORTE PARA O VÍRUS!


 

Menos de dois meses de pandemia

Altos números são identificados

Tem que estar entre nós, para nos colocar um tanto desesperados?

Pois, por aqui já tomou forma e fisionomia.

Chamam a atenção dos desavisados

Para que tomem mais cuidados,

Cuidem de si, dos amigos, desconhecidos e da família.

 

Acreditem todos, o vírus existe, precisam ficar em casa.

Assim, evitará a perda da família e dos amigos.

Quando acreditar que o vírus existe e nos é desconhecido?

Invisível aos nossos olhos, e nos esmaga.

Não espere chegar à sua morada,

A família é sagrada!

Não permita que um desconhecido vírus a deixe destroçada!

 

Se os números são altos demais,

Se pode questionar.

Que motivação tem quem tenta nos subestimar?

Questionar a quantidade é relevante.

Mas o que falar a quem perdeu seus heróis combatentes,

Que mesmo se cuidando, cumprindo as orientações,

Deixaram suas famílias, cuidando da saúde de outrem, cumprindo a profissão?

 

É muito doloroso para quem perde as pessoas?

Prestem atenção!

O que dizer para elas, como consolação?

Só Deus, com o seu imenso amor é quem nos perdoa!

Fique em Casa!

Use máscara!

Não sirva de transporte para o vírus!

Não carregue a morte para as pessoas!

O vírus não voa!

Não consegue se transportar.

 

Se cumprindo as orientações,

Ninguém mais morrerá, se você não o levar.

Ele não resiste muito tempo a esta temperatura,

Mas quando pega alguém com imunidade baixa não tem cura.

Pratique o amor de Deus por todas as suas criaturas.

Não seja portador da morte.

Cuide bem das criaturas.

 

FIQUE EM CASA COM BRAVURA!!!

Ana Gomes, 07/05/2020

Comentários

Deixe seu comentário

Para enviar um comentário você precisa estar logado: login
Ana Gomes
Escrito por:
Ana Gomes
Escritora

Visão Geral do texto

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Publicado em 08 de Maio de 2020

Já foi visto 72 vezes

Favorito de 0 leitor

Categoria Poesias


72
Leram
0
Vão ler

Tags

Textos Relacionados
A INTERNET

Por Cristovão Augusto

Textos do Mesmo Autor
Poesia, meu alento

Por Ana Gomes

Pressa

Por Ana Gomes

Ser mulher

Por Ana Gomes