DOIS PATRIMÔNIOS HISTÓRICOS QUE FORAM TOMBADOS NA CIDADE DE SÃO MIGUEL DOS CAMPOS - AL.

Ernande Bezerra Ernande Bezerra 26 de Maio de 2020

 

Depois de muito tempo é que os gestores municipais vieram tomar conhecimentos de quanto vale preservar a história e a tradição dos patrimônios históricos que ainda estão em atividades no município.
Durante está década de 2000, a cidade de São Miguel dos Campos já foi contemplada com dois patrimônios: O Palacete da Baronesa (Atual Casa da Cultura) e a Feira da Ponte.
A primeira tombada como patrimônio do estado e a segunda como patrimônio municipal.

PALACETE OU SOBRADO DA BARONESA: Antiga residência dos Barões de São Miguel dos Campos, Epaminondas da Rocha Vieira e Antônia Leopoldina da Rocha Vieira. Atualmente, funciona no local, a Casa da Cultura, a Academia Miguelense de Letras e Artes - AMILA, o Museu Histórico e Cultural Fernando Lopes, o Tele Centro e a Biblioteca Escritora Guiomar Alcides de Castro.
O prédio é de 1827 e foi tombado pelo estado como Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural, em 2010.

A FEIRA DA PONTE: É a maior tradição cultural do município.
Ela surgiu em cima da ponte de madeira, sobre as águas do Rio São Miguel, daí o nome de Feira da Ponte.
A Feira da Ponte foi criada em 10 de julho de 1832, quando o povoado de São Miguel passou a condição de Vila.
Ela foi reconhecida pela Câmara Municipal como Patrimônio Cultural e Material do município de São Miguel dos Campos, em 2020.

O histórico de cada patrimônio está no site: www.portalescritores.com.br

( Ernande Bezerra de Moura )

Denuncie conteúdo abusivo
Ernande Bezerra ESCRITO POR Ernande Bezerra Escritor
São Miguel dos Campos - AL

Membro desde Junho de 2011

Comentários