Quem?

Antoniele Santos Antoniele Santos 03 de Julho de 2020

Com quem eu posso falar? Com quem?
Quem eu posso dizer o que eu sinto e que não vai me julgar?
Quem pode sentir o que eu passo sem eu precisar falar?
Pois depois de tanto calar, como posso verbalizar?

Será que estou pedindo muito?
Será que estou tão errada no mundo?
Será que sou imatura e mimada
Do jeito que todo o mundo acha?
Será que não posso confiar mais em mim?

Eu não confio em ninguém, mas ninguém mesmo
Me pediram fé, mas como posso dar algo que eu não tenho?
Não tenho fé em ser humano, nem em futuro, nem me empenho
Por isso, prefiro ficar no meu canto

E quem não conhece meu canto
Insiste em me tirar do meu lugar
Não confio no ser humano
Então, procuro sozinha e segura ficar

Agora, eu passo a lista de contatos no meu celular
Distante demais, recente demais, duro demais, ausente demais, doente demais...
A quem eu posso me expor sem me machucar?
Quem está disposto à se desligar dos preconceitos pra me ajudar?

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados ao user. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do user.
Denuncie conteúdo abusivo
Antoniele Santos ESCRITO POR Antoniele Santos Escritora
Matriz de Camaragibe - AL

Membro desde Junho de 2019

Comentários