PREFEITOS ELEITOS NO MUNIC DE SÃO MIGUEL DOS CAMPOS, APÓS A REDEMOCRATIZAÇÃO DO PAÍS ( SEXTA PARTE )

Ernande Bezerra Ernande Bezerra 07 de Julho de 2020

 

* SEXTA PARTE

Essa foi a última eleição realizada com cédula no Brasil.
Como todo mundo sabe, antigamente o eleitor pegava a cédula com o mesário, entrava na cabine de votaçåo, depois marcava com o x, o nome ou o número do candidado e colocava o papel na urna de lona.
Neste tempo, a apuração na urna de voltar no Brasil era muito lenta, às vezes, os juiz com sua equipe de trabalho, passam dias e até semanas para fornecer os nomes dos candidatos vencedores.
Às urnas eletrônicas começaram a ser operadas nas eleições de 1996.
O décimo primeiro prefeito eleito pelo povo no município foi o empresário Humberto Maia Alves que teve como vice o empresário George Clemente.
Humberto Maia Alves é considerado até hoje pela população como um dos melhores prefeitos que já passaram na administração do município, divido aos trabalhos que realizou durante as suas gestões anteriores.
Humberto Maia Alves além de ser um grande político também era uma pessoa muito carismático que se preocupava muito com o futuro do município como também o bem estar das pessoas mais carentes.
Humberto Maia Alves, mesmo com a idade já avançada e com problemas de saúde, ele realizou um excelente trabalho em prol da cidade de São Miguel dos Campos.
Concluiu o cais do Rio São Miguel, da cabeceira da ponte até a dimensão da Rua da Praia (Rua do Cais), atualmente Rua Antônio Jeremias de Menezes,
Outra obra importante na sua gestão foi a finalização do estádio de futebol Manuel Ferreira de Amorim, o "Ferreirão".
O prefeito Humberto Maia Alves deixou um grande legado de obras para o município, e um exemplo de amor e de dignidade com o povo e com a cidade de São Miguel dos Campos.
O curioso nesta gestão foi a impugnação das urnas do distrito de Jequiá da Praia que nesta época ainda pertencia a São Miguel dos Campos.
Foi quando a Justiça Eleitoral determinou que houvesse naquela localidade uma eleição suplementar.
O presidente da câmara municipal, Antônio Marcos dos Santos, mas conhecido por "Marcão" foi designado para assumir o destino do município até quando resolvesse a situação.
Marcão administou o município de São Miguel dos Campos por trinta dias.
Neste período aconteceu a eleição suplementar e novamente o empresário Humberto Maia Alves saí vitorioso e a assume definitivamente o cargo de prefeito oficial do município.
Também foram eleitos na sua gestão os seguintes vereadores: Antônio Marcos dos Santos (Presidente), Oceano Rollemberg da Silva, Adilson Texeira de Almeida, Antônio Domingos dos Santos, Antônio Gilson da Silva Belo, Jaíro Ramos Pinto, João de Carvalho Cordeiro, José Iroldo de leite Lima, José da Silva (Cicinho do Xangô), José Silvestre Moreira da Silva, Júlio Soriano Bomfim Filho, Lauter Cavalcante Pessoa Sobrinho, Maria de Lourdes F. Marques de Oliveira, Marly Ribeiro de Souza Aprígio e Pedro Ricardo Alves Jatobá.
O décimo segundo prefeito a comandar o destino do município de São Miguel dos Campos foi o empresário Nivaldo Jatobá, tendo como vice o empresário Márcio Cavalcante.
Nivaldo Jatobá administrou o município, no período de 1997 a 2000.
Foi na sua gestão que iniciou - se a votação com urnas eletrônicas.
A ideia firmou - se a partir de pesquisas realizadas pela Justiça Eleitoral para tornar mais fácil o processo nas eleições, já que antes da informação, a votação era realizada por meio de cédula.
Nivaldo Jatobá é considerado uns dos maiores responsáveis pelo crescimento e desenvolvimento do município.
Foi através da sua administração que São Miguel dos Campos começou a ganhar uma nova cara.
Ele construiu no município diversos postos de saúde, antes o município só contava com dois postos de saúde e um ambulatório para suprir as necessidades de saúde da população.
Nivaldo Jatobá também abriu ruas e estradas em direção ao bairro de Nossa Senhora de Fátima, antigamente o acesso só era pela Rua do Cemitério.
Construiu também escolas, praças e um mirante para dá visibilidade a cidade.
E no bairro do Paraíso construiu uma gigantesca galeria para minimizar as enchentes naquela localidade.
Fundou no barrio de Nossa Senhora de Fátima o loteamento Hélio Jatobá, onde deu casas e terrenos para as pessoas mais carentes do município.
Reabriu às portas da Casa da Cultura, reformada e com uma nova tecnologia para atender a classe artísticas e a comunidade de uma forma em geral.
Mas, a obra mais importante na sua gestão foi a construção do cais, começando na proximidade da ponte da BR 101 até a cabeceira da ponte principal de entrada e saída da cidade, dando mais garantia de vida para as pessoas que moram próximas dessa localidade.
Nivaldo Jatobá é um dos prefeitos mais querido do município.
Seu nome está imortalizado no coração do povo e na história e na cultura de São Miguel dos Campos, pelos relevantes serviços prestados a sua terra natal.
Neste pleito foram eleitos os seguintes vereadores:
José Décio Jatobá (Presidente), Alexandro Honório da Silva, Albenio Cavalcante dos Santos, Cícero Novais, Eliane Cavalcante Torres, Gabriel César Jatobá, João Carvalho de Cordeiro, Júlio Soriano Bomfim Filho, José Luiz Batista dos Santos, Lauter Cavalcante Pessoa, Maria José Vieira Vitor, Maria de Lourdes Marques de Oliveira, Pedro Ricardo Alves Jatobá, Paulo André Verçosa Lemos e Oceano Rollemberg da Silva Moura.

( Texto Escrito Por Ernande Bezerra de Moura )

Denuncie conteúdo abusivo
Ernande Bezerra ESCRITO POR Ernande Bezerra Escritor
São Miguel dos Campos - AL

Membro desde Junho de 2011

Comentários